sexta-feira, 4 de maio de 2007

Do que quase não entendo

00000000000000000000QUASE TUDO
000000000000000000(Arnaldo Antunes/Péricles Cavalcanti)
0000000000000000000000000000000000000000000000Tudo que dá pra sentir
00ooooooooooooooooooooooooooooooooooo000Quase que dá pra pensar
0000
Tudo que dá pra pensar
Quase que dá para ouvir

Tudo que dá para ouvir
Quase que dá para ver
000
Tudo que dá para ver
Quase que dá pra pegar
000
Tudo que dá pra pegar
Quase que dá para ter
0000
Tudo que dá para ter
Quase que dá para dar
0000
E quase tudo dá.

Quase tudo. Só quase. Porque eu quase morro de saudade da minha amiga caiçara que resolveu virar caipira e agora quer ser residente. Minha amiga que me ensinou o "quase". Assim, na sua ausência, eu quase não acredito. Quase não resisto. Quase desisto.
Saudades grandimensas e quase insuportáveis... Eita...
Lu Longo

4 comentários:

Eu não sei, você sabe? disse...

Nossa que saudadona que eu estou de você e de quase não tem nada, é inteira a saudade!

e agora esse lance de tocar uma música quando a gente abre seu blog(chiquérrimo...por andei andei?ohhh)

Engraçado, estava lendo meu texto em que eu falava desse quase e depois abro aqui e póóóim, essa foto(que susto!) essa quase todo o que eu falava no blog, que acho que vc sente também...ahhh

saudades messs, das boas!
beijo e obrigada :) sempre!

FELICIDADEetrist... disse...

Tua foto aqui é pra fazer de conta que tou te vendo, saca?? Abro e vejo e até converso com tu, tatuuu!
Beijos!
Lu

merottinho disse...

era pra ela que tu tentava ligar la do estudio coca cola?? que teve que fazer os caras gravaram de novo a musica pq apareceu o tel??? ahuhaiuahiuahu

bjooo

FELICIDADEetrist... disse...

era! era! era essa bandida meeeesmo! hahahaha! tu lembrou!!!
beijos, Nandinha!!!
Lu